Poder feminino: 4 filmes antigos que empoderam!

O final de semana está chegando e nada mais natural do que a gente deixar o trabalho de lado e relaxar, né? E ainda pegar umas “diquinhas” pra se inspirar, seja para um novo penteado, ou até mesmo, um look de trabalho Avon pedidos.

Muitas de nós aproveitam para assistir filmes e séries e a gente sabe que também podemos aprender e nos inspirar muito com as histórias. Não é à toa que já temos alguns textos dando dicas e comentários sobre esse tipo de programa: 2 Broke Girls, Breaking Bad, O Diabo Veste Prada, Sex and The City, Trabalho Sujo e O segredo de Walter Mitty.

Mais do que uma maneira interessante de relaxar, a gente sabe a relevância do cinema e da representatividade feminina para o empoderamento das mulheres. Já falamos sobre a relevância das mulheres da ficção e sobre o Oscar por aqui.

Ficamos muito felizes quando percebemos que o número de filmes com personagens femininas interessantes tem aumentado a cada dia, mas também exaltamos filmes mais antigos, que mostravam mulheres incríveis quando ainda não era tendência. Selecionamos quatro filmes antiguinhos que além de nos motivar e inspirar também passam boas dicas e lições para quem está no mercado de trabalho ou empreende:

Presente de Grego

Esse filme conta a história de J.C., interpretada por Diane Keaton, uma executiva bem sucedida de Nova York que se vê diante da missão de cuidar de uma criança da família que ficou órfã. J.C. se vê tentando conciliar a nova vida com os negócios e enfrenta inclusive problemas no seu relacionamento. O filme é uma história de garra, superação, descoberta e também mostra os dilemas de uma mulher profissional.

Uma secretária de futuro

Apesar do nome em português deixar a desejar, o tem um elenco incrível: Melanie Griffith, Harrison Ford, Sigourney Weaver e Alan Baldwin, dentre outros. Tess é secretária de uma grande empresa e se vira em mil para dar conta do trabalho e continuar os estudos, sem contar as horas gastas no transporte público para ir e voltar. Quando sua chefe quebra a perna, Tess aproveita a oportunidade para avançar na carreira, mas nem tudo sai como o planejado.

Viva! A babá morreu

O nome pode dar a impressão que é um filme de humor negro, mas não se deixe enganar. Cinco crianças são deixadas em casa com a babá quando sua mãe viaja para férias de três meses na Austrália. Com idade avançada, a babá tem um ataque cardíaco e morre e a filha mais velha, Sue Ellen (interpretada por Christina Applegate), precisa arrumar um emprego para sustentar os irmãos. A partir daí nos vemos diante da história de uma jovem ambiciosa que está entrando no mercado de trabalho e tem muito a aprender.

Clube das Desquitadas

Depois de ano apoiando os maridos nos negócios, três amigas são trocadas por mulheres mais novas e se unem numa rede de apoio mútuo pós separação. Além de planejarem uma vingança, as três resolvem empreender juntas. Filme para rir, refletir e pensar no quanto a dependência financeira do marido/companheiro pode nos afetar.

Preparem a pipoca e boa diversão!
Sugestão de contéudo: Lugar da Mulher

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *